Politica

PPE recebe candidatura única de Donald Tusk

Desde a criação do Partido Popular Europeu, em 1976, o partido teve cinco presidentes – dois belgas, um holandês, um luxemburguês e um francês. A ser eleito, Tusk tornar-se-á o primeiro presidente de Leste.

Donald Tusk é o único candidato à presidência do Partido Popular Europeu (PPE). A eleição do político polaco vai confirmar-se esta quarta-feira, em Zagreb, após uma votação que vai contar com 700 delegados. Um porta-voz do PPE confirmou à agência France-Presse (AFP) que a liderança vai ser confirmada ao final da tarde.

A confirmar-se, esta será a primeira vez que um político de Leste irá presidir ao partido que conta com a CDU da chanceler alemã Angela Merkel, o partido francês Os Republicanos, fundado por Nicolas Sarkozy em 2015, o PSD em Portugal, entre outros. Tusk sucederá assim a Joseph Daul, que ocupava o cargo desde 2013.

Depois de cinco anos, Donald Tusk vai deixar a presidência do Conselho Europeu a 1 de dezembro. O mandato do presidente do PPE é de três anos e renovável por tempo indeterminado, tendo esta função sido ocupada já durante 23 anos pelo belga Wilfried Martens.

Desde a criação do PPE, em 1976, o partido teve cinco presidentes – dois belgas, um holandês, um luxemburguês e um francês.