Internacional

Ferni sobreviveu após pai se suicidar com ela ao colo. Agora foi uma “oficial honorária” por um dia

 “Ela estava muito feliz”

Ferni Balbuena tem apenas cinco anos, mas em setembro foi a cara das manchetes de vários jornais, depois do seu pai se suicidar, saltando com ela para a frente de um comboio. Ferni saiu ilesa e foi convidada a passar um dia memorável na esquadra de polícia em Nova Iorque, esta sexta-feira.

Rodney Harrison, chefe de patrulha da polícia de Nova Iorque, partilhou uma fotografia com a menina, que surge vestida com um uniforme oficial. “Hoje é a viagem de esperança de Ferni Balbuena. Ferni foi resgatada ilesa no mês passado, depois do seu pai saltar para a linha do comboio com ela”, escreveu na legenda da imagem partilhada no Twitter.

A menina passou o dia a ver cavalos, barcos e a visitar polícias, enquanto comia pizza. Além disso, foi ainda promovida a "oficial honorária" por um dia.

Niurka Caraballo, mãe de Ferni, agradeceu a iniciativa. “Ela estava muito feliz”, disse.

A iniciativa faz parte do projeto "Viagem de Esperança" da polícia de Nova Iorque e foi criada para crianças que, tal como Ferni, sofreram acidentes traumáticos.

Fernando Balbuen, de 45 anos, pai da menina, suicidou-se devido a uma depressão.

Veja a fotogaleria.