Sociedade

Homem acusado de matar a mãe foi libertado

 O coletivo de juízes do Tribunal de Vila Real não conseguiu provar a acusação. 

Um homem suspeito de matar a mãe foi absolvido, esta manhã, pelo Tribunal de Vila Real, segundo o Jornal de Notícias. O arguido estava acusado pelo Ministério Público (MP) de ter matado a mãe e profanado o cadáver, em Ribeira da Pena.

De acordo com o MP, o arguido mantinha uma relação conflituosa com a mãe, com quem tinha discussões e comportamentos agressivos. No dia 4 de outubro de 2018 terá alegadamente pedido dinheiro à mãe e quando esta recusou, o agricultou “desferiu-lhe pelo menos três pancadas na zona da cabeça e da face, fazendo-a embater com a cabeça no solo”. Depois, “terá apertado o pescoço da vítima até a mesma sufocar” causando assim a sua morte.

Posteriormente, terá colocado o corpo da mulher na mala do carro e deixou-o junto a uma linha de água, no meio de mato e de silvas, "para que não pudesse ser encontrado".

No entanto, o coletivo de juízes não conseguiu provar a acusação e o agricultor de 39 anos foi libertado. O homem estava em prisão preventiva há cerca de um ano.