Sociedade

Relação mantém membro dos Hells Angels detido

Tribunal acredita que existe perigo de fuga e de intimidação.


A Relação de Lisboa decidiu, esta semana, manter o elemento do gang Hells Angels Dirk Baete em prisão preventiva.

O belga está acusado na tentativa de homicídio de rivais, em Loures.

O tribunal acredita que Dirk Baete apresenta risco de fuga, além de considerar que o grupo de motards, que a Relação trata por "organização paramilitar", pode perturbar o inquérito por atuar "sem escrúpulos, sem receios da polícia" e "intimidar" quem não cumprir a ‘omerta’, regra do silêncio, escreve o Correio da Manhã.

Sublinhe-se que o membro em causa não foi detido logo, tendo sido apanhado mais tarde, pelo que não se aplica a questão do excesso de prisão preventiva que levou à libertação, recente, de 37 elementos dos Hells Angels.