Politica

Rui Moreira acusa Governo de ter dinheiro para a Web Summit mas não para os sem-abrigo

Autarca foi comparado ao "Tio Patinhas".

O presidente da Câmara do Porto criticou, esta segunda-feira, o Executivo de António Costa, durante uma reunião da autarquia, em que foi aprovada uma moção de recomendação ao Governo de implementação de um programa nacional de combate ao fenómeno de sem-abrigo. Rui Moreira considerou que o Governo apoia eventos como a Web Summit, mas “não aparece dinheiro para os sem-abrigo”, escreve a agência Lusa.

Embora a proposta tenha sido aprovada por todas as forças políticas, o PS deixou duras críticas a Rui Moreira, comparando-o ao “Tio Patinhas”. A vereadora socialista Odete Patrício acusou o autarca de “acumular “ verbas para se sentir “feliz e realizado” e ficar à espera do Estado quando tem “223 milhões de euros disponíveis”, dinheiro que lhe permite suportar em 1 ou 2 milhões de euros políticas de integração dos cidadãos sem-abrigo da cidade.

"Francamente, quando olho para tudo isto, para os números que a câmara evidencia e até publicita, eu recordo-me sempre do Tio Patinhas [personagem de banda desenhada], aquela figura dos livros infantis. Ele queria era acumular no seu cofre cada vez mais moedinhas para se sentar em cima e se sentir cada vez mais feliz e realizado", começou por criticar.

"Tenho uma visão holística daquilo que são as verbas públicas. As verbas públicas são verbas de todos nós e quando há 'deficits' a nível do Orçamento do Estado [OE], quando o Estado não consegue ter meios suficientes para acudir a todas as necessidades do país, e quando há um município que tem verbas mais do que suficientes, (...) não pode disponibilizar um ou dois milhões para resolver um problema grave?", acrescentou, defendendo depois que não se pode estar "sistematicamente a pedir ao governo central para financiar tudo e mais alguma coisa".

O presidente da Câmara do Porto não deixou de responder e acusou Odete Patrício de centralismo.

“Eu gosto do Tio Patinhas, mas eu prefiro ser conhecido como Tio Patinhas do que por Zé Carioca", respondeu Rui Moreira, referindo que o município tem "vindo a substituir o Estado num conjunto de competências".