Sociedade

Von der Leyen garante que não podia ter escolhido melhor que Elisa Ferreira

A presidente eleita da Comissão Euopeia apresentou a sua equipa esta manhã, no Parlamento Europeu.

A nova Comissão Europeia, escolhida por Ursula Von der Leyen, vai a votos esta quarta-feira, no Parlamento Europeu. Se for aprovada, como é esperado, entrará em funções no próximo dia 1.

A votação no hemiciclo de Estrasburgo foi adiada devido à falta de um comissário britânico, por causa do Brexit, e ao chumbo dos candidatos de França, Hungria e Roménia.

Ursula Von der Leyen garantiu querer fazer a diferença. “Foi nesse espírito que construí a minha equipa”, disse esta manhã.

Elisa Ferreira, a comissário portuguesa escolhida para a pasta da Coesão e Reformas foi elogiada esta manhã. “Não consigo pensar numa pessoa melhor que a Elisa Ferreira para o fazer”, afirmou a presidente da Comissão Europeia.

Num discurso que antecedeu à votação do novo executivo europeu, Von der Leyen deu o exemplo de Portugal para alertar para o problema das alterações climáticas, questão que considerará como prioritária durante os próximos cinco anos do seu mandato. Esta é “uma questão existencial para a Europa e o mundo” que vai requerer “investimentos massivos” privados e europeus.