Sociedade

CP assina contrato de serviço público com o Estado

Acordo é inédito na história da empresa, que poderá ficar obrigada a um conjunto de contrapartidas.

A CP - Comboios de Portugal assina esta quinta-feira um contrato de serviço público com o Estado, o que acontece pela primeira vez na sua história. A CP passa a receber uma indemnização compensatória pela prestação de serviço público (o que já ocorria mesmo sem contrato).

Com este acordo a CP poderá ficar obrigada ao cumprimento de um conjunto de obrigações de serviço, como, por exemplo, o tipo de serviços que deve existir em cada linha e estação da rede ou o número de comboios por dia que devem efetuar esses serviços. No contrato ficam também fixadas regras em relação ao tarifário a aplicar e às garantias a dar aos passageiros.

A CP divulgou em Abril prejuízos de 105,6 milhões de euros em 2018, ainda assim uma redução em 5,6%, em comparação com os 112 milhões de euros verificados em 2017.