Sociedade

Anúncio gera polémica após apelar a portugueses para contratarem "empregadas filipinas" para o Natal

"Contrate empregada e dedique mais tempo à sua família", refere o anúncio.

Uma proposta publicitária da SVHome está a gerar polémica nas redes sociais. A empresa portuguesa apela a que os portugueses contratem empregadas filipinas “para servir à mesa, cozinhar ou babysitting” na noite de Natal ou na noite de Passagem de Ano. "Contrate empregada e dedique mais tempo à sua família", refere o anúncio.

Em defesa da empresa, a responsável Susana Villa afirma que são os clientes que pedem empregadas filipinas. “Elas não celebram o Natal e, normalmente, estão sozinhas em Portugal e, para além de ganharem 10 euros por hora, ainda passam a noite com uma família", disse, citada pelo Jornal de Notícias. 

"Não há aqui nada de ilegal ou imoral. Estamos a dar trabalho a quem precisa e só não temos empregadas portuguesas a trabalhar nessa noite porque elas celebram o Natal em família", acrescentou.

Apesar das afirmações da responsável da SVHome, a verdade é que as Filipinas são um dos países do mundo com mais católicos. No entanto, Susana Villa diz que as mulheres filipinas que residem em Portugal “não celebram o Natal e até gostam de trabalhar para famílias portuguesas”.