Sociedade

Homem ameaçou amante de morte durante 23 anos e tentou atropelá-la por não aceitar fim da relação

Suspeito ficou em prisão preventiva.

DR  

Um homem, de 59 anos, foi detido, esta quarta-feira, pela GNR, em Marco de Canaveses, pelo crime de violência doméstica.

Segundo um comunicado daquela força de segurança, o homem, casado, manteve uma relação extraconjugal com a vítima, uma mulher de 55 anos, que durante 23 anos humilhou, inferiorizou e ameaçou de morte, “demonstrando sempre um comportamento obsessivo e controlador”.

“A vítima colocou termo à relação no mês de setembro, mas, não aceitando o fim da relação extraconjugal, o suspeito começou a perseguir a mulher de forma insistente, sendo que, numa das investidas, tentou atropelá-la, para depois a agredir violentamente na via pública. Posteriormente, ainda recorreu a ameaças de morte por telemóvel, caso a vítima não reatasse o relacionamento”, refere a mesma nota.

De acordo com a GNR, perante estes factos, o suspeito foi detido mediante cumprimento de um mandado de detenção, tendo sido realizadas duas buscas domiciliárias e uma em veículo, tendo sido apreendidas duas caçadeiras e dois telemóveis.

A vítima necessitou de receber tratamento médico devido às lesões sofridas.

O homem foi presente a  1º interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Marco de Canaveses, esta quinta-feira, e ficou em prisão preventiva.