Economia

Montepio com lucro de 17,7 milhões

Banco explica queda dos resultados pela menor contribuição do Finibanco Angola e pelo aumento do nível de impostos.

O Banco Montepio apresentou lucros de 17,7 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, uma queda face aos 22,4 milhões de euros registados em igual período do ano passado. De acordo com a instituição financeira, «este valor reflete um aumento dos impostos em 27 milhões de euros e a menor contribuição das operações em descontinuação (Finibanco Angola) em 11,3 milhões de euros». 

A margem financeira atingiu os 180,4 milhões de euros contra os 189,3 milhões de euros registados em igual período de 2018. O produto bancário fixou-se nos 322,5 milhões de euros, apresentando uma variação positiva de 9,8%. Já os custos operacionais desceram 10,3 milhões de euros, uma queda de 5,1% para 189,7 milhões de euros. 

As comissões líquidas ascenderam a 87,1 milhões nos primeiros nove meses, registando um aumento de 0,3% face ao valor do período homólogo de 2018, «em consequência do aumento observado nas comissões com serviços de pagamento e com mercados (mais 4,7 milhões), atenuado pela redução das comissões associadas ao crédito e à prestação de serviços diversos (menos 4,4 milhões)».