Sociedade

Google sugeria contacto do PNR na página da SOS Racismo

Associação detetou o erro e número de telefone já foi apagado

A associação SOS Racismo denunciou este fim de semana, através do Facebook, que o número de telefone desta plataforma sugerido pelo Google era, na verdade, o contacto do Partido Nacional Renovador (PNR) – partido associado à extrema direita. Sempre que era feita uma pesquisa com os termos “SOS Racismo”, aparecia o numero oficial do partido e não o número correto. O alerta, disse a associação em comunicado, chegou no sábado ao final da tarde através de “uma cidadã que pretendia contactar o SOS Racismo”. 

O contacto já foi, entretanto, retirado das informações dadas logo na primeira página de pesquisa, aparecendo apenas a morada. No entanto, aparece a opção para “adicionar número de telefone”, sendo que isso pode ser feito por qualquer pessoa.  

“O SOS Racismo desconhece há quanto tempo esta informação circula no Google, e quantas pessoas e entidades já terão contactado o PNR, pretendendo contactar o SOS Racismo”, escreveu a associação. 

A SOS Racismo considerou a situação “gravíssima” e garantiu que “tudo fará para que a informação verdadeira seja reposta no Google, e para que os responsáveis sejam identificados e punidos”. Em comunicado, a associação pediu ainda a todos aqueles que tenham tentado entrar em contacto e telefonaram para o número do PNR que denunciem a situação através de e-mail. 

Mesmo no seu site oficial, a SOS Racismo não disponibiliza qualquer contacto telefónico, sendo que as denúncias, ou pedidos feitos à associação chegam, geralmente, através de e-mail – tanto para o núcleo do Porto, como de Lisboa.