Sociedade

Afinal obstetra do caso de 'bebé sem rosto' tem ainda mais queixas na Ordem do Médicos

Bastonário atualizou o número de processos contra Artur Carvalho para um total de 14.

O médico Artur Carvalho, envolvido no caso do bebé que nasceu com malformações graves em Setúbal, tem afinal 14 queixas, atualmente em averiguação no conselho disciplinar sul da Ordem dos Médicos.

O novo número foi apresentado no Parlamento, esta quarta-feira, pelo bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, que divulgou dados que lhe foram transmitidos pelo conselho disciplinar sul.

No momento em que o caso do ‘bebé sem rosto’ veio a público foi revelado que o médico que acompanhou a gravidez da mãe de Rodrigo já tinha cinco processos pendentes com vários anos, um deles tinha sido interposto em 2013.

Miguel Guimarães adiantou, no final da sua audição na comissão parlamentar, que não conhece ainda os contornos dos novos processos contra Artur Carvalho que entretanto chegaram. No entanto, acrescentou: "Não parecem ser questões tão graves".

Sublinhe-se que o bastonário foi ouvido, a pedido do PAN, a propósito do caso do bebé que nasceu com malformações graves não detetadas.

Atualmente, o obstetra Artur Carvalho encontra-se suspenso de funções, na sequência deste caso.