Internacional

Gémeas brasileiras que dormem desde que nasceram ainda não têm diagnóstico

O caso está a intrigar os médicos do estado do Pará, que já pediram ajuda a hospitais de Rio Grande do Sul e de Brasília.

Os médicos de um hospital no Brasil estão intrigados com o caso de duas gémeas que estão a dormir desde que nasceram, há seis meses. Os profissionais definem o seu estado como “comatoso”, tendo em conta que as bebés não esboçam qualquer reação.

O diagnóstico ainda não foi encontrado, porém, o hospital especula que as irmãs possam sofrer de um caso raro de “erro inato do metabolismo”.

As duas crianças, que nasceram no estado do Pará, não conseguem respirar sem ajuda de aparelhos e são alimentadas através de uma sonda gástrica.

O “erro inato do metabolismo”, diagnóstico por exclusão, “mas não é definitivo", segundo Helena Coelho, pediatra do hospital, “é uma doença genética que pode ser consequência de várias coisas, como a glicose ou fatores que comprometem o metabolismo”, explicou. 

A pediatra acrescentou ainda que, para encontrar o diagnóstico correto, é necessário fazer mais exames, que o hospital do município de Redenção não consegue fazer. A direção do hospital já contactou, segundo o jornal Globo, serviços hospitalares do Rio Grande do Sul e Brasília, unidades que fazem pesquisa nesta área.