Economia

ISCTE Business School alcança 3º. lugar nacional no ranking de escolas de gestão do FT

Ocupa a 66.ª posição da tabela.

A ISCTE Business School (IBS) integrou pelo terceiro ano consecutivo o ranking europeu do Financial Times – que avalia as melhores escolas de gestão do continente – tendo-se classificado na 66ª posição. O ISCTE subiu ao pódio nacional, sendo agora a terceira melhor escola de gestão em Portugal após ultrapassar a Porto Business School, que passou a surgir na 67ª posição.

“A IBS está a conquistar um crescimento notável nos últimos anos sustentado pela qualidade do ensino e da investigação científica, os quais têm dado importantes contributos para o setor financeiro e empresarial, desde logo ao nível de quadros superiores”, afirma Maria João Cortinhal, que assumiu o cargo de diretora da ISCTE Business School este ano. “Iremos continuar a investir para nos afirmarmos internacionalmente, aproximando-nos cada vez mais das escolas de topo a nível mundial”.

Nos indicadores do ranking do Financial Times, o ISCTE destaca-se pela “progressão do salário” dos alunos de mestrado em gestão, entre o momento da graduação e o que atingem três anos depois, no mercado de trabalho. Com uma diferença cifrada em 77%, o ISCTE detém a 7ª posição a nível europeu neste indicador decisivo para as carreiras profissionais. Por outro lado, no capítulo da “Igualdade de Género” o ISCTE está em primeiro lugar em Portugal e é uma das melhores escolas europeias neste indicador (ver ranking em anexo).

A tabela publicada pelo Financial Times contempla 14 indicadores que avaliam a qualidade das escolas em cinco principais categorias: MBA Globais, MBA Executivos, Formação Executiva, Mestrados em Gestão e Faculdade. O ranking global é liderado pela HEC Paris, com a London Business School e a DAS Bocconi School of Management a fecharem as três primeiras posições. Portugal – juntamente com Irlanda, Itália e Suíça – é o sétimo país europeu com mais escolas de gestão representadas. Além da IBS, também a Católica Lisbon SBE, a NOVA SBE e a Porto Business School fazem parte deste lote. O Reino Unido é o país que mais vezes surge no ranking: 21.

Para serem elegíveis, as escolas têm de respeitar diversos requisitos, sendo o mais importante a detenção de uma das duas principais acreditações internacionais de escolas de gestão – a AACSB ou a EQUIS. A IBS obteve a AACSB em 2016.