Vida

Júlia Pinheiro revela que espetadora desmaiou durante espetáculo: "Na plateia, alguém grita repetidamente ‘112’"

Episódio aconteceu durante atuação da apresentadora na peça 'Monólogos da Vagina'.

Júlia Pinheiro despediu-se, recentemente, do espetáculo ‘Monólogos da Vagina’, que marcou a sua estreia no teatro. Em jeito de despedida, a apresentadora escreveu um texto no seu blogue ‘Júlia’, onde revela ainda alguns dos momentos mais difíceis e inesperados desta jornada, entre eles o facto de uma espetadora ter desmaiado em pleno espetáculo.

“Foi um ano sem fins de semana. Repleto de experiências únicas. E também de imprevistos. Um deles aconteceu em pleno espetáculo. Na plateia, alguém grita repetidamente ‘112’. A minha primeira reação: ‘trata-se de um momento Apanhados para a televisão. Alguém me quer pregar uma partida’. Até que uma clareira se abre no auditório e deixa entrever uma mulher desmaiada. Depois de socorrida e levada pela equipa médica, havia que dar continuidade ao espetáculo. A Paula Neves, a minha mestra das tábuas, perguntou-me se estava preparada. E eu, atrevida, propus-me a recomeçar o texto exatamente no momento em que o tinha interrompido. Não imaginava o quanto difícil é esta tarefa. Mas, com a ajuda do público, voltei a ‘entrar’ no workshop da vagina”, começou por partilhar a apresentadora.

“Há mais imprevistos. O da cortina de veludo, por exemplo, que certo dia, absorveu a fumaça de palco usada para produzir o efeito de névoa. Diga-se que, nessa noite, quando a cortina subiu, os meus esforços para não tossir foram hercúleos. Foi nessa noite que a Paula partilhou comigo uma informação essencial do mundo do espetáculo: quando um ator precisa de beber água, simplesmente sai de palco e volta subtilmente a entrar. Desconhecia. Podia estar à beira do colapso que ficaria ali sentada, sem saber como proceder”, acrescentou.

“Mais divertido foi o episódio do exame ginecológico, o momento do texto que me leva a interagir com o público. E lá diz um senhor na plateia: ‘veja lá o que me vai perguntar – aviso já que eu trabalho num consultório de ginecologia’. A minha resposta imediata: ‘veja lá que sempre temi que me acontecesse isto. Hoje é o dia’”, contou.

Num longo texto, Júlia Pinheiro relembra ainda momentos de partilha, um ano “sem fins de semana”, mas também que esta fase da sua vida coincidiu “com uma situação muito difícil”, o AVC da mãe da apresentadora.

“Mas hoje olho para trás e sei que valeu a pena”, escreveu, agradecendo depois a todos os que fizeram parte deste “desafio”, incluindo aos espetadores.