Sociedade

Condutor alcoolizado tenta subornar militares da GNR com 500 euros

O homem foi condenado a um ano de prisão.

Condutor alcoolizado tenta subornar militares da GNR com 500 euros

O Tribunal de Estarreja condenou a um ano de prisão um condutor que, depois de ser apanhado a conduzir sob o efeito de álcool, tentou subornar militares da GNR.

O homem acusou uma taxa de pelo menos 2,46 g/L, valor superior à taxa-crime, que se fixa nos 1,2 g/L. O arguido terá oferecido 500 euros aos militares da GNR para evitar que participassem o crime de condução sob o efeito de álcool, insistindo na 'oferta' mesmo depois de os militares o terem avisado de que a mesma constituía um ilícito criminal.

Numa nota publicada, esta quinta-feira, na sua página oficial, a Procuradoria Geral Distrital (PGD) do Porto refere que a sentença, proferida a 15 de outubro, foi substituída por 80 dias de multa. Para além de ser acusado pela prática de um crime de corrupção ativa, foi ainda condenado a 60 dias de multa pela prática do crime de condução em estado de embriaguez.

Os comentários estão desactivados.