Politica

“Se voltar a fazê-lo será novamente repreendido”, avisa Ferro Rodrigues

O presidente da Assembleia da República criticou André Ventura, esta quinta-feira, no Parlamento. 

Depois de ter criticado André Ventura em pleno Parlamento, por utilizar em demasia a palavra vergonha e acusar o deputado de “ofender o Parlamento e a si próprio”, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues já reagiu à situação e declara que não pretende  “alimentar qualquer polémica” com o deputado do Chega, citado pelo Observador.

Ventura já veio a público afirmar que “apenas os portugueses o podem silenciar” e que espera um pedido de desculpas por parte de Ferro Rodrigues, pela sua atitude esta quinta-feira, durante a intervenção do deputado. Ferro Rodrigues aponta que esta não foi a primeira vez que Ventura “qualificou de vergonhosa ou insinuou tal, referindo-se à atividade da Assembleia da República”, o que motivou a sua atitude e afirma não se sentir acusado pelo deputado, apesar da audiência que este exigiu com Marcelo Rebelo de Sousa, depois da situação. 

Além disso, o presidente da Assembleia da República deixa um aviso ao deputado: “Se voltar a fazê-lo será novamente repreendido”, garante.