Politica

"Não há qualquer divergência entre mim e o MEF Mário Centeno"

Costa nega divergências.

António Costa utilizou as redes sociais, este sábado, para garantir que “não há qualquer divergência” entre si e Mário Centeno.

"Não há qualquer divergência entre mim e o MEF [ministro de Estado e das Finanças] Mário Centeno", escreveu o primeiro-ministro na sua conta oficial de Twitter.

"Ontem, Mário Centeno, como lhe compete, apresentou a proposta do Eurogrupo e eu, como me compete, expressei a já conhecida posição nacional. Os trabalhos prosseguirão para termos o orçamento que a zona euro precisa", acrescentou, argumentando ainda que "a criação de um orçamento da zona euro é essencial e tem mobilizado ativamente" o Governo.

"Foi dado um passo importante em outubro com a aprovação de uma proposta no Eurogrupo, que pode e deve ser agora melhorada no CE [Conselho Europeu]",afirmou.

Recorde-se que, em Bruxelas, na sexta-feira, Costa tinha admitido divergências com o ministro das Finanças, que é também presidente do Eurogrupo, sobre o orçamento da zona euro. No entanto, realçou que “não é a primeira vez que entre Portugal e o Eurogrupo não existe uma posição conjunta".

Este sábado, o Expresso avança que o assunto gerou uma discussão entre Costa e Centeno no Conselho Europeu.