Internacional

Se o mundo fosse liderado por mulheres "durante dois anos, poderíamos ver melhorias significantes em tudo", garante Obama

Questionado sobre um possível regresso à política, o ex-Presidente dos Estados Unidos esclareceu que os políticos devem saber a altura certa para se retirarem.

Barack Obama defendeu, esta segunda-feira, que se todos os países fossem liderados por mulheres, o mundo teria melhores resultados e condições de vida. As declarações foram feitas durante um evento sobre liderança, em Singapura. ”Estou confiante que se todas as nações do mundo fossem dirigidas por mulheres, durante dois anos, poderíamos ver melhorias significantes em tudo...”, disse, segundo a BBC.

O ex-Presidente dos Estados Unidos reconheceu, no entanto, que apesar de as mulheres não serem perfeitas, “são indiscutivelmente melhores” que os homens.

"Se olharem para o mundo e os seus problemas, os culpados são normalmente pessoas mais velhas, homens mais velhos que não saem do caminho”, acrescentou.

Obama, que foi Presidente dos EUA entre 2009 e 2017, esclareceu ainda as dúvidas que restavam acerca do seu regresso à agenda política.

"É importante que os líderes políticos se lembrem que estão ali para fazer um trabalho, e que não estão ali para sempre”, disse, esclarecendo que os políticos devem saber a altura em que se devem retirar.