Sociedade

GNR resgata 68 animais vítimas de maus-tratos

Segundo as autoridades, a ação de fiscalização também serviu como uma medida de consciencialização para a população, devido à epoca natalícia, um período onde os animais de companhia são muitas vezes oferecidos como prenda. 

Entre os dias 25 de novembro e 06 de dezembro, a Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), realizou um conjunto de ações de fiscalização de animais de companhia e registou 10 crimes relacionados com maus-tratos e abandono a animais, tendo apreendido 68 animais, identificado 11 pessoas e constituído uma pessoa como arguida.

A operação Amigos Legais 2019 fiscalizou 1051 animais e registou ainda 147 contraordenações relacionadas com falta de registo, vacinação e identificação eletrónica.  Segundo as autoridades, a ação de fiscalização também serviu como uma medida de consciencialização para a população, devido à epoca natalícia, um período onde os animais de companhia são muitas vezes oferecidos como prenda.