Economia

Obras do Metro de Lisboa arrancam no segundo semestre de 2020

Investimento total é de 210 milhões de euros. Custo das obras no Metro do Porto é de 308 milhões.

As obras de expansão do Metro de Lisboa foram reagendadas e começam apenas no segundo semestre de 2020, quando, anteriormente, estavam previstas para a primeira metade do próximo ano.

O relatório que acompanha a proposta de Orçamento do Estado para 2020 indica, tal como já havia sido anunciado, que “será criado um anel envolvente da zona central da cidade (linha Verde), com a abertura de duas novas estações: Estrela e Santos”.

O investimento total da empreitada será de 210 milhões de euros, dos quais 46 milhões já em 2020.

O documento refere também o investimento a ser efectuado no Metro do Porto, onde será criada uma nova linha rosa e expandida a linha Amarela. Vão ser criadas sete novas estações, ao longo de seis quilómetros. A nova linha rosa vai ligar a Casa da Música a São Bento e a linha Amarela vai ligar o Hospital S. João, no Porto, a Vila D’Este, em Vila nova de Gaia.

O investimento total no Metro do Porto será de 308 milhões de euros, dos quais 75 milhões em 2020. As obras começam em junho do próximo ano.