Sociedade

Estudantes de Medicina oferecem um 'Natal Diferente' a doentes hospitalizados

São esperados mais de 600 voluntários em 22 hospitais, onde serão distribuídos 2500 postais.

A iniciativa ‘Natal Diferente’ realiza-se há duas décadas e este ano não será exceção. Na manhã do dia 24 de dezembro, doentes internados em vários hospitais vão receber a visita de estudantes de medicina, que querem compensar o facto de estas pessoas estarem impedidas de passar a quadra natalícia nos seus lares, na companhia da sua família e amigos.

São esperados mais de 600 voluntários em 22 hospitais das áreas de Lisboa, Almada, Beja, Leiria, Loures, Santarém, Setúbal, Vila Franca de Xira e na Madeira

A iniciativa, organizada Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (AEFML), conta ainda com a oferta de 2500 postais de Natal, escritos e desenhados por crianças, também elas internadas, que serão entregues a outros doentes.

O Natal Diferente “fomenta a partilha e o convívio ao mesmo tempo que proporciona animação – oferta de presentes, momentos musicais e humorísticos, ilusionismo, entre outros”, sublinha a organização.

A iniciativa conta ainda com a instalação de um marco de correio em cada um dos hospitais aderentes, no qual podem ser deixadas mensagens de ânimo da população que serão depois entregues no dia 24 de dezembro aos doentes hospitalizados.

O projeto decorre em parceria com a Associação de Estudantes da NOVA Medical School | Faculdade de Ciências Médicas (AEFCM), abrangendo todos os estudantes de medicina da cidade de Lisboa. A edição de 2018 contou com 530 voluntários e foram entregues mais de 2000 cartas.