Sociedade

Depressão Elsa já provocou duas vítimas mortais, um desaparecido e 70 desalojados

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) já alertou para chegada de uma nova depressão, Fabien, que atingirá Portugal no sábado.

Facebook meteo trás os montes
Facebook meteo trás os montes

O último balanço da Proteção Civil aponta para dois mortos, um desaparecido e 70 desalojados, na sequência do mau tempo. Desde quarta-feira já foram registadas mais de 6.200 ocorrências.

De acordo com o comandante Paulo Santos, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), desde quarta-feira e as 09h00 desta sexta-feira, foram registadas 6.237 ocorrências, destacando-se quedas de árvores, movimentos de terra, inundações e quedas de estruturas. Os distritos mais afetados são o Porto, Viseu e Lisboa.

"Há um ligeiro desagravamento, porém as ocorrências irão aumentar durante o dia pois naquelas estradas onde as quedas de árvores não afetaram ninguém, de manhã, quando as pessoas começarem a sair de casa, vão encontrar obstruções", afirmou Paulo Santos.

Em Castro Daire as buscas foram retomadas por um homem, de 55 anos, que está desaparecido desde quinta-feira, enquanto estava a conduzir uma retroescavadora que removia detritos na estrada N2. O homem caiu no Rio Paiva devido a um deslizamento de terras. A máquina ainda não foi localizada.

Recorde-se que ontem duas pessoas morreram. Um homem não sobreviveu depois de uma árvore de grande porte atingir o pesado de mercadorias que conduzia, no Montijo, e outro estava no interior de uma habitação que desabou em Castro Daire.

Doze distritos de Portugal continental e a costa norte da Madeira estão sob aviso laranja.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) já alertou para chegada de uma nova depressão, Fabien, que atingirá Portugal no sábado.