Vida

Figo sobre Guardiola: “Nunca houve nada, gosto de mulheres”

Ex-futebolista considera que a homossexualidade na liga espanhola ainda é tabu.

O antigo jogador Luís Figo não fugiu às perguntas sobre a sua relação com Guardiola, quando ambos alinhavam pelo Barcelona.

Em entrevista à revista Icon, do jornal El País, Figo fez questão de desmentir os rumores antigos de que a relação que tinha com o atual treinador do Manchester City era mais do que amizade.

“O Guardiola foi um grande amigo, uma pessoa que me ajudou muito. Foi meu companheiro de quarto. Mas nunca houve nada. Gosto de mulheres”, sublinhou o antigo jogador, casado com a modelo sueca Helena Svedin desde 2001.

Abordando o assunto de uma forma mais geral, Figo considera que a homossexualidade continua a ser um tabu na liga espanhola. “As pessoas são muito cruéis. Jogas todos os domingos e passariam a atacar-te por isso e não pelo teu rendimento. Penso que será mais por uma questão de proteção do que de vergonha. Pelo menos, é esse a minha opinião”, afirmou.