Economia

Antram solicita isenção do pagamento de portagens para veículos pesados

Medida, pede a associação, deve ser aplicada em percurso entre a A25 e a A1, entre o nó de ligação de Mangualde (A25) e Coimbra Norte (A1).

A Antram – Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias solicitou a isenção do pagamento de portagens para veículos pesados em percurso entre a A25 e a A1, entre o nó de ligação de Mangualde (A25) e Coimbra Norte (A1).

O pedido, explica a Antram, tem caráter de urgência e tem como objetivo “minimizar os efeitos das graves ocorrências dos últimos dias, consequentes da danificação de infraestruturas rodoviárias, nomeadamente no IP3, que têm condicionado fortemente a circulação e contribuído para um incremento de custos relevante e para o aumento da insegurança naquela via”.

Assim, a associação, solicita que as medidas contemplem a isenção do pagamento de portagens para os veículos pesados em percurso alternativo entre a A25 e a A1, entre o nó de ligação de Mangualde (A25) e Coimbra Norte (A1), enquanto decorrerem as obras no IP3.

A mesma medida deverá ser aplicada à utilização da A14, “enquanto não forem regularizados os danos consequentes da queda dos diques em Montemor-o-Velho, o que tem causado graves consequências nas ligações à Figueira da Foz”.