Sociedade

António Costa autorizado a depor por escrito no caso Tancos

O anúncio foi feito através do site da Presidência.


O Conselho de Estado autorizou, esta quinta-feira, o primeiro-ministro a depor, na qualidade de testemunha, no processo sobre o caso Tancos. O anúncio foi feito através de uma nota publicada no site da Presidência.

Depois de o Conselho ter “ouvido o interessado”, António Costa, o Conselho de Estado autorizou o seu depoimento, “por escrito”, acerca do caso do roubo ao paiol de Tancos.

A decisão foi, ao que a nota indica, tomada por unanimidade.