Internacional

Funcionários do McDonald's salvam mulher e ajudam a deter homem abusivo

Ao chegar ao drive-in da cadeia de fast food, acompanhada por um homem, a mulher começou a gesticular e a mover os lábios a pedir aos funcionários que chamassem a polícia.

Uma ida ao McDonald’s, em Lodi, na Califórnia, acabou por salvar a vida de uma mulher. Ao chegar ao drive-in da cadeia de fast food, acompanhada por um homem, a mulher começou a gesticular e a mover os lábios a pedir aos funcionários que chamassem a polícia.

Segundo explicaram as autoridades de San Joaquin, no Facebook, a mulher estava a viajar com um homem que já tinha abusado dela no passado e que a tinha ameaçado como uma arma de fogo naquele dia, obrigando-a a levá-lo a ver os seus familiares. Um dos funcionários apercebeu-se da situação e chamou as autoridades, que acabaram por deter o homem e apreender uma arma roubada que este tinha em sua posse.

O Golden State Restaurant Group, dono do McDonald's, onde a mulher pediu ajuda, certificou cada um de seus restaurantes como um "Lugar Seguro", um programa nacional de prevenção para "jovens que precisam de ajuda", pode ler-se no site do grupo de restaurantes. 

"Estamos orgulhosos de nossa equipa por fazer sua parte em ser UM LUGAR SEGURO!", escreveu o grupo no Facebook. "Obrigado à nossa equipa por ter lidado com isto de forma adequada e aos polícias do condado de San Joaquin que estão constantemente a servir e a proteger a nossa comunidade! Estamos orgulhosos de apoiar tanto um local seguro quanto toda a nossa aplicação da lei! Obrigado por todo o apoio da comunidade e esteja sempre seguro e atento!", conclui a nota.