Politica

Portway ameaça trabalhadores em greve

Terceiro e último dia de greve tem sido o mais caótico

O Sindicato Nacional Dos Trabalhadores Da Aviação Civil (SINTAC) revelou ontem que a Portway está a ameaçar os trabalhadores.

“A Portway entrou em contacto connosco da parte da manhã. Esperávamos que fosse para resolver toda esta situação, mas, de uma forma que nós consideramos degradante, deu-nos uma desagradável surpresa – se isto continuar, vai haver repercussões tanto para os trabalhadores grevistas, como para o próprio sindicato”, disse fonte oficial do sindicato à SIC Notícias.  

O terceiro e último dia da greve dos trabalhadores da Portway é o que está a causa mais constrangimentos.  Até às 17h00, tinham sido cancelados 19 voos no aeroporto de Lisboa.

“A maior parte dos cancelamentos são da Easyjet, sendo que também temos da Brussels Airlines, que já estavam previstos desde ontem. Temos também [cancelamentos da] Eurowings, Wizz Air e Transavia”, revelou a mesma fonte do SINTAC.

A Portway emitiu entretanto um comunicado a dizer que está disposta a regressar à mesa das negociações: "A empresa apela ao sentido de responsabilidade do SINTAC e reitera que apenas com o regresso à mesa das negociações, será possível encontrar soluções que permitam o regresso à normalidade e acomodar reivindicações já consensualizadas em negociações anteriores que foram interrompidas por este sindicato", revela a empresa, numa nota citada pela agência Lusa.