Politica

Dragagens no Sado. Governo age "à margem da democracia"

Miguel Tiago usou o Facebook para criticar o Governo

DR  

O ex-deputado do PCP Miguel Tiago usou a sua página no Facebook para dizer que o Governo tem agido “à margem da democracia” no que diz respeito às dragagens no rio Sado.

No passado dia 20, o Parlamento aprovou dois projetos de resolução, apresentados pelo PCP e pelo PEV, que recomendam a suspensão das dragagens no Sado. Agora, Miguel Tiago diz que a draga “continua a trabalhar” e que “os preceitos de mitigação previstos na lei não estão a ser cumpridos”.

“Um governo que age à margem da democracia é um governo marginal”, escreve o ex-deputado comunista.

“Independentemente do que se ache sobre a necessidade de melhoramento e alargamento das Acessibilidades e do Porto de Setúbal, esta não é a forma de o fazer. Fora da lei, fora da democracia”, acrescenta.