Desporto

Contra as regras da fisiologia

O programa das festas na Liga inglesa segue sem pausas. O Boxing Day e as jornadas que se seguem continuam a causar polémica: Mou é o mais recente crítico do calendário.

A cena repete-se ano após ano. Por esta altura todos os campeonatos entram em modo standby, regressando apenas uns dias depois da entrada no novo ano, com exceção ao calendário inglês. Em Inglaterra, a tradicional jornada natalícia, conhecida mundialmente por Boxing Day, continua a ser um dos pratos favoritos para os adeptos de futebol, embora este espírito festivo não possa ser aparentemente partilhado com os protagonistas. Ou grande parte dos atores da Premier League. José Mourinho é a voz mais recente a juntar-se ao coro de críticos do programa das festas entre Natal-Ano Novo na Premier League. Depois de o Tottenham ter vencido de reviravolta (2-1) o Brighton, na quinta-feira, o técnico português voltou a questionar a agenda da época. "Não consigo sequer imaginar que estes rapazes - e não só os meus rapazes [...] - possam jogar daqui a menos de 48 horas. Se formos verificar as distâncias que correm, a intensidade, os sprints, as travagens, e se contarmos a qualquer pessoa que compreenda de fisiologia, verão que é um crime que voltem a jogar no dia 28", disse. E continuou: "Vai contra todas as regras da fisiologia, biologia, bioquímica. Mas é assim que é". Os spurs jogaram este sábado, no terreno do Norwich, e voltam a entrar em campo na quarta-feira (1 de janeiro)no terreno do Southampton, sempre a contar para a Liga. 

Além dos spurs, há outros jogos a destacar, caso do Arsenal-Chelsea e do Liverpool-Wolverhampton, agendados para domingo. Os lobos de Nuno Espírito Santo, que esta sexta-feira defrontaram o City, de Bernardo Silva e João Cancelo, vão ter missão penosa, uma vez que procuram ser os primeiros a vencerem os reds. O conjunto de Jürgen Klopp (técnico alemão que também não se poupa nas críticas ao calendário) segue imparável na prova caseira, com 17 vitórias e um empate em 18 jogos. Com 52 pontos, tem uma vantagem de mais de dez para o segundo lugar e um jogo a menos, já que a equipa teve de deslocar-se até ao Qatar para vencer o Mundial de Clubes, diante do Flamengo de Jorge Jesus. Invicto na Liga inglesa, o atual campeão Europeu e Mundial está em grande plano em todas as frentes.