Economia

Isabel dos Santos reage no Twitter ao arresto das suas contas

“Este caso visa mascarar o fracasso de uma política económica falhada, iniciada após a saída do presidente Dos Santos”, escreveu.

A empresária angolana Isabel dos Santos, filha do antigo Presidente angolano José Eduardo dos Santos, iniciou 2020 com a publicação de vários tweets relacionados com o arresto das suas contas e empresas por parte da justiça angolana.

Foram nove posts em pouco mais de uma hora. Foi assim o contra-ataque de Isabel dos Santos nas redes sociais, onde aproveitou para acusar o atual Governo angolano de perseguir a sua família.

“Além do desejo de acertar contas contra minha família, este caso visa mascarar o fracasso de uma política económica falhada, iniciada após a saída do presidente Dos Santos”, escreveu Isabel dos Santos.

“Em dois anos, a atual política do Governo lançou milhares de famílias da classe média na pobreza”, acrescentou.

Para a empresária, “esta confiscação motivada por questões políticas é um mau sinal para o setor privado". A filha de José Eduardo dos Santos sublinhou também que o arresto não augura um "futuro brilhante" para o "estado de direito em Angola".

"Ignorar os direitos de defesa que são a base fundamental de qualquer sistema de justiça credível ilustra o ressurgimento da arbitrariedade em Angola", criticou ainda.