Politica

André Ventura nega alterações à declaração de princípios que TdC recebeu

"Falei com todos os 'vices', com a mesa e com o secretariado e ninguém enviou nada ontem. A única comunicação foi feita logo a seguir à convenção nacional”, realizada no final de junho passado.

O Tribunal de Contas (TdC) informou, esta sexta-feira, que recebeu um documento a “dar conhecimento das alterações à declaração de princípios” do Chega. André Ventura negou, no entanto, que o partido tenha enviado “naquele dia” – quinta-feira, dia 2 de janeiro – qualquer comunicação ao TdC.

"Falei com todos os 'vices', com a mesa e com o secretariado e ninguém enviou nada ontem. A única comunicação foi feita logo a seguir à convenção nacional”, realizada no final de junho passado, em Oeiras, Lisboa.

André Ventura explicou, à agência Lusa, que "o ponto dois dos estatutos é a declaração de princípios" e que, durante essa convenção, os estatutos foram alterados. O líder do partido acrescentou ainda que o documento entregue aquando da formalização do Chega era “apenas um projeto de estatutos”, documento que passou a definitivo com os contributos da convenção fundadora. Após a convenção, os membros do partido deram conta ao TdC das alterações, razão pela qual André Ventura garante que a situação está normalizada.

O líder do Chega acrescentou que “não foi nada feito às escondidas” porque o TdC “terá já uma versão nova dos estatutos”. "Havendo só um documento fundador, não faz sentido alterar dois documentos", reforçou.

De acordo com o deputado do Chega, a nova versão foi publicada no site do partido após ser dada a conhecer ao TdC, tendo tido, dessa forma, “o caminho normal".