Sociedade

Lidl deixa de ter sacos de plástico para transporte de compras

Além do fim do plástico, o Lidl afirma que "até ao final de 2020, as embalagens de todos os artigos de marca própria, que representam cerca de 70% dos seus produtos vendidos, serão feitas de material reciclado ou fibra virgem com certificação FSC".


O Lidl anunciou que, a partir deste ano, não será possível comprar sacos de plástico em mais de 250 lojas espalhadas pelo país. Tal decisão significa "que a empresa deixará de colocar no mercado cerca de 25 milhões de sacos" de plástico, por ano, em Portugal.

"Comprometido em reduzir em 20% a utilização de plástico até ao ano de 2025, o Lidl Portugal começa 2020 sem sacos de plástico para transporte de compras", afirma a cadeia de supermercados alemã, através de um comunicado. 

Além do fim do plástico, o Lidl afirma que "até ao final de 2020, as embalagens de todos os artigos de marca própria, que representam cerca de 70% dos seus produtos vendidos, serão feitas de material reciclado ou fibra virgem com certificação FSC".

Tal garante que "o papel e o cartão utilizados na produção de embalagens têm origem em florestas com gestão sustentável e promovem benefícios sociais, ambientais e económicos", pode ler-se na nota.