Sociedade

Em exibição nas montras do Areeiro: "Por favor, apanhe o cocó do seu cão"

A criadora do projeto tem sete anos.

Facebook
Facebook
Facebook

Uma criança de sete anos, que vive em Lisboa, decidiu lançar um alerta, na sua área de residência, no combate à sujidade das ruas. Carolina desenhou um cocó, um cão e uma mulher com um saco na mão numa simples folha de papel, de forma a exemplificar que esta iria apanhar as necessidades do animal. No desenho, pode ler-se o alerta: "Por favor, apanhe o cocó do seu cão".

De forma a consciencializar os donos dos animais que vivem na sua área de residência, a criança e os pais dirigiram-se à Junta de Freguesia do Areeiro para deixar o primeiro desenho.

No Facebook, o pai explicou como tudo o ‘projeto’ ganhou vida pelas ruas da zona. “Lançou o desafio aos pais, tirámos fotocópias e, com a ajuda da irmã de 5 anos e a preciosa colaboração dos donos de muitas lojas, temos afixado o ‘cartaz’ em algumas montras da freguesia do Areeiro”, escreveu.

Paulo Farinha explicou ainda que, apesar de não saber se os ‘cartazes’ terão efeito nas ruas, espera que a ideia inspire as pessoas. “Se quiserem desenhar outros ou sugerir aos vossos filhos e netos que o façam, fica a ideia”, explicou na página Vizinhos do Areeiro.