Sociedade

Médico condenado por violar cinco pacientes nos Açores expulso da Ordem

Crimes remontam a 2016.

A Ordem dos Médicos expulsou o médico cubano Aliesky Aguilera Valdes, condenado pela violação de cinco mulheres em Ponta Delgada, nos Açores, avança o Correio da Manhã.

"Foi um processo longo, que teve não só uma vertente disciplinar, como também uma vertente criminal", disse, esta terça-feira, o Presidente do conselho disciplinar da Ordem dos Médicos, Carlos Pereira Alves, citado pelo mesmo jornal.

Recorde-se que, em dezembro de 2018, o Tribunal da Relação de Lisboa confirmou a pena de prisão efetiva para Aliesly Valdes, que em janeiro do mesmo ano tinha sido condenado pelo Tribunal de Ponta Delgada a seis anos de prisão por cinco crimes de violação.

Os crimes, que remontam a 2016, aconteceram no serviço de urgências do Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada.