Economia

Exportações de bens crescem 8,6% em novembro

O défice da balança comercial de bens registou uma diminuição de 329 milhões de euros face ao mês homólogo de 2018.

As exportações de bens cresceram 8,6% em novembro. Os dados forem revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), enquanto as importações aumentaram 1,3%. "Em novembro de 2019, as exportações e as importações de bens registaram variações homólogas nominais de 8,6% e 1,3%, respetivamente (8,4% e 6,9% em outubro de 2019, pela mesma ordem)", revela o organismo. 

O défice da balança comercial de bens registou uma diminuição de 329 milhões de euros face ao mês homólogo de 2018, atingindo 1 735 milhões de euros em novembro de 2019. No entanto, excluindo os combustíveis e lubrificantes, a balança comercial atingiu um saldo negativo de 1 374 milhões de euros, registando uma diminuição do défice de 137 milhões de euros em relação a novembro de 2018.

No trimestre terminado em novembro de 2019, as exportações e as importações aumentaram 7,4% e 6,6%, respetivamente, face ao trimestre terminado em novembro de 2018 (+3,4% e +5,0%, pela mesma ordem, no trimestre terminado em outubro de 2019). 

Estes dados publicados pelo INE não têm em conta a variação de preços. Além disso, não estão incluídas as exportações ou importações de serviços, componente onde se encontra o turismo.