Sociedade

Marcelo reage à morte de Paulo Gonçalves: "Morreu a tentar alcançar o sonho"

Português, de 40 anos, participava na sétima etapa da prova do Rally Dakar, que decorre na Arábia Saudita, quando sofreu uma queda violenta.

Marcelo Rebelo de Sousa lamentou, este domingo, a morte de Paulo Gonçalves e apresentou as suas condolências à família do piloto português.

“O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa lamenta a morte do motociclista Paulo Gonçalves na sequência de um acidente no Rally Dakar e apresenta à família enlutada as mais sentidas condolências. Paulo Gonçalves morreu a tentar alcançar o sonho de vencer uma das mais duras e perigosas provas de rally do mundo, na qual foi sempre um digníssimo representante de Portugal, chegando a alcançar o segundo o lugar em 2015”, refere uma nota publicada no site oficial da Presidência da República.

Recorde-se que Paulo Gonçalves morreu este domingo. O português, de 40 anos, participava na sétima etapa da prova do Rally Dakar, que decorre na Arábia Saudita, quando sofreu uma queda violenta ao quilómetro 276 da prova.