Vida

William reage a polémica com Harry e Meghan Markle e diz que vai deixar de proteger o irmão

Rainha Isabel II convocou para esta segunda-feira uma reunião de emergência.

O afastamento de Harry e Meghan Markle da família real britânica marcou os últimos dias. Perante uma decisão que continua a gerar polémica, o príncipe William terá admitido sentir-se impotente perante a escolha do irmão.

“Durante toda a nossa vida coloquei o meu braço em redor de do meu irmão, mas não posso continuar a fazê-lo.  Somos entidades separadas”, confessou o duque de Cambridge a um amigo, de acordo com o The Times.

"Estou triste por isto. Tudo o que podemos fazer e tudo o que posso fazer é tentar apoiá-los (...) Quero que todos joguemos na mesma equipa”, acrescentou.

Recorde-se que, de acordo com a imprensa britânica, que citou fonte do palácio de Buckingham, a Rainha Isabel II convocou para esta segunda-feira uma reunião de emergência para abordar o futuro papel na monarquia dos duques de Sussex.

Esta será a primeira vez que Harry, de 35 anos, e a monarca se vão encontrar depois de, na última quarta-feira, ter anunciado que se iria mudar para a América do Norte e deixar de ser “membro senior” da família real, tal como a sua mulher, Meghan Markle.

Além de Harry, vão estar presentes William e o seu pai, o príncipe Carlos, enquanto Meghan participará por telefone desde o Canadá.

Recorde-se que Harry e William foram considerados próximos durante muito tempo, mas nos últimos meses foram vários os rumores de que a relação entre irmãos não estaria a viver os melhores dias.