Sociedade

Obras na Praça de Espanha arrancaram esta manhã

O novo espaço será uma importante "zona verde de lazer para as famílias".

Câmara Municipal de Lisboa
Câmara Municipal de Lisboa
Câmara Municipal de Lisboa
Câmara Municipal de Lisboa
Câmara Municipal de Lisboa

A partir desta segunda-feira, o trânsito na Praça de Espanha vai sofrer algumas alterações. No local, “vai nascer um jardim”, segundo destaca a Câmara Municipal de Lisboa (CML).

O novo Parque Urbano da Praça de Espanha, que, segundo a CML, vai ter mais de seis hectares, vai obrigar a obras na zona durante os próximos 10 meses. A partir desta segunda-feira, dá-se o encerramento da circulação no movimento que circunda o jardim, sentido Avenida Calouste Gulbenkian – Avenida dos Combatentes.

Também a paragem da Transportes a Sul do Tejo (TST) no mesmo sentido vai ser “suprimida”. Em alternativa, “deverá ser usada a paragem anterior, sob o viaduto da Avenida José Malhoa.

Também o acesso a ambulâncias e viaturas de transporte de doentes do Instituto Português de Oncologia (IPO) passa a ser garantido a partir da Avenida dos Combatentes.

Durante a manhã, o vereador da mobilidade da CML, Miguel Gaspar, explicou, no Facebook que “vai-se cortar hoje a viragem à esquerda de quem sobe a Avenida Calouste Gulbenkian e vira quer para a Columbano, quer para os Combatentes”. Como vias alternativas, o vereador destaca a Rua de Campolide, o Eixo Norte/Sul e a Seguna Circular.