Sociedade

Mulher alega que companheiro a agrediu e tentou violar na roulotte onde viviam em Lagoa

A mulher, de 55 anos, teve de ser assistida pelos Bombeiros Voluntários de Lagoa e encaminhada para o hospital de Portimão.

Um homem, de 61 anos, é acusado pela companheira de a agredir e tentar violar, numa roulotte onde o casal habitava, nas proximidades das instalações da Docapesca, no concelho de Lagoa.

Segundo o Correio da Manhã, o caso aconteceu ao início da noite de domingo, tendo o alerta sido dado pelas 19h40. A Polícia Marítima (PM) de Portimão deslocou-se ao local, no entanto, o caso acabou por passar para a Polícia Judiciária (PJ) de Portimão, que está a investigar, devido à natureza do alegado crime.

De acordo com o mesmo jornal, a mulher, de 55 anos, teve de ser assistida pelos Bombeiros Voluntários de Lagoa e encaminhada para o hospital de Portimão. Alegava que o companheiro, que é pescador, a tinha tentado violar e apresentava diversas escoriações, sobretudo no rosto.

Escreve ainda o Correio da Manhã, que cita fontes que conhecem o caso, que a situação terá ocorrido num quadro de alcoolismo e que o homem queria que a mulher saísse da roulotte onde viviam, algo que não era aceite pela mesma. As agressões terão ocorrido depois de ambos se terem envolvido numa discussão.