Economia

Anacom avalia cobertura no Alentejo

Conclusões da Anacom indicam, em média, boa cobertura rádio GSM, adequada cobertura rádio UMTS e razoável cobertura rádio LTE, 

A Anacom realizou um estudo de avaliação do desempenho de serviços móveis de voz e dados, e da cobertura GSM, UMTS e LTE disponibilizados pela MEO, NOS e Vodafone na região do Alentejo (NUTS II), que inclui os distritos de Portalegre, Évora e Beja, bem como parte dos distritos de Santarém e Setúbal, num total de 58 municípios  (correspondendo a 34% da superfície do país).

Este estudo, o primeiro de um conjunto que abrangerá todas as regiões do país e que visa dotar o mercado de informação isenta sobre o desempenho destes serviços, concluiu que os sistemas analisados apresentaram, em média, boa cobertura rádio GSM, adequada cobertura rádio UMTS e razoável cobertura rádio LTE, embora com desempenhos diferenciados entre as tipologias de áreas urbanas e entre os operadores.

Em pormenor, identificou-se um melhor desempenho da Vodafone nas tecnologias rádio UMTS e LTE.

Os serviços de voz e de transferência de ficheiros registaram bons desempenhos globais, sendo mais visíveis diferenças entre os operadores e entre as tipologias de áreas urbanas ao nível da velocidade de download e de upload. Captou-se, porém, uma elevada variabilidade, com registos máximos acima de 100 Mbps e de 50 Mbps, respetivamente para download e upload, e mínimos de cerca de 0,004 Mbps, que dificultam ou impossibilitam a transmissão de dados em condições adequadas.

Os serviços de navegação na Internet e youtube video streaming, e também a latência de transmissão de dados, apresentaram desempenhos consideravelmente inferiores, face aos restantes indicadores objeto de análise. Estes indicadores exibem igualmente, na maioria dos casos, diferenças significativas entre prestadores e entre tipologias de áreas urbanas.

A Anacom tem planeado realizar, durante o corrente ano, os estudos relativos às restantes regiões do território continental, a que se seguirão os estudos relativos às regiões autónomas dos Açores e da Madeira.