Sociedade

PJ e Marinha apreendem 107 fardos de haxixe

Seis portugueses e um bósnio foram detidos na semana passada pela Polícia Judiciária e Marinha Portuguesa. Todos ficaram em prisão preventiva após primeiro interrogatório judicial. 

A Polícia Judiciária e a Marinha de Guerra Portuguesa encontraram, na semana passada, a bordo de um pesqueiro português, 107 fardos de haxixe - o equivalente a cerca de três toneladas e quatrocentos quilos. De acordo com a informação avançada esta terça-feira pela Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, foram detidos quatro portugueses e um bósnio, apanhados em flagrante delito. Os homens foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva. 

Além disso, foram detidos outros dois indivíduos portugueses, "fora de flagrante delito", referiu a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, "que serão os responsáveis pela aquisição da sobredita embarcação e pela logística atinente ao descarregamento do haxixe em território nacional". Tal como os restantes arguidos, foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva aos dois indivíduos apanhados foram de flagrante delito. 

O processo está em segredo de justiça e os sete arguidos são suspeitos da prática, em coautoria, de um crime de tráfico de estupefacientes agravado e de um crime de associação criminosa.