Internacional

Líder de extrema-direita francesa, Marine Le Pen, assume candidatura às presidenciais de 2022

Esta será a terceira candidatura de Le Pen à Presidência

A líder de extrema-direita francesa, Marine Le Pen, anunciou, esta quinta-feira, que se vai voltar a candidatar à Presidência da República em 2022.

“A minha decisão foi considerada mas já foi tomada. A minha intenção é avançar para um projeto de unidade nacional [...] que possa unir todos os franceses em torno de um projeto de alternância para recuperar o país", disse Le Pen aos jornalistas presentes, na sede do seu partido, em Nanterre, citada pelo Le Figaro.

Esta será a terceira candidatura de Le Pen à Presidência. Em 2017, a presidente do Reagrupamento Nacional (antiga Frente Nacional) ficou em segundo lugar na primeira volta, com 21,9%, contra os 23,7% obtidos por Emmanuel Macron, o mais votado. Na segunda volta, Macron derrotou Le Pen com 66,1% dos votos, contra 33,9%.