Sociedade

Idoso morre 30 minutos depois de abandonar Hospital de Braga

 Albano tinha historial médico de problemas cardíacos, factos que estavam presente na sua ficha médica, no entanto, o médico acabou por lhe dar alta por volta do 12h30 e o homem foi para casa com os seus familiares. Durante a hora de almoço, teve um enfarte fulminante. 

Albano Pereira de 70 anos morreu 30 minutos após ter alta do Hospital de Braga, no passado dia 4 de janeiro de 2020, avançou o Jornal de Notícias. 

O homem chegou ao hospital de manhã e queixou-se com dores na virilha, numa perna e enjoos. Albano tinha historial médico de problemas cardíacos, factos que estavam presente na sua ficha médica, no entanto, o médico acabou por lhe dar alta por volta do 12h30 e o homem foi para casa com os seus familiares. Durante a hora de almoço, teve um enfarte fulminante. 

Já durante a noite anterior, o idoso não se encontrava bem e decidiu recorrer à Saúde 24 que lhe disse que não havia necessidade de este ir para o hospital "por não haver motivos", contam os famíliares de Albano, que afirmam que o médico que atendeu Albano não ligou aos seus sintomas e não lhe prestou a atenção devida.

A morte está a ser investigada pelo Ministério Público e o Hospital de Braga já abriu um inquérito interno para apurar o que falhou no atendimento ao paciente.