Internacional

Investigação conclui que abate de avião da Ukraine International Airlines foi provocado por dois mísseis

Recorde-se que, depois do acidente, o Irão negou qualquer tipo de envolvimento com o abate da aeronave, no entanto, no dia 11 de janeiro confessou ter abatido "por erro" o avião.

 

Um relatório de investigação preliminar da  Organização de Aviação Civil Iraniana (CAO) concluiu que dois mísseis foram lançados contra o Boeing 737 da Ukraine International Airlines abatido a 8 de janeiro pelas forças armadas iranianas  e que provocou a morte dos 176 passageiros. 

"Os investigadores [...] acederam a informações e descobriram que dois mísseis M1-TOR [...] foram disparados contra o avião", pode ler-se no documento. "O efeito dos [mísseis] no acidente e a análise dessa ação estão sob investigação", acrescenta a nota. 

Recorde-se que, depois do acidente, o Irão negou qualquer tipo de envolvimento com o abate da aeronave, no entanto, no dia 11 de janeiro confessou ter abatido "por erro" o avião.