Desporto

Tribunal Arbitral do Desporto mantém jogo à porta fechada na Luz

Castigo foi imposto pelo comportamento dos adeptos benfiquistas no jogo contra o Estoril Praia a 21 de abril de 2018.

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) rejeitou o recurso do Benfica, quanto ao castigo de disputar um jogo de futebol à porta fechada - uma decisão de que o clube vai voltar a recorrer.

Fonte oficial do Benfica confirmou, à agência Lusa, que vai recorrer para o Tribunal Central e Administrativo do Sul da decisão de segunda instância, tomada segunda-feira e conhecida hoje, de forma a suspender a pena de um jogo à porta fechada e de uma multa de 11.475 euros impostos ao clube da Luz.

Recorde-se que este castigo foi imposto pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, devido ao comportamento dos adeptos benfiquistas na visita ao Estoril Praia, a 21 de abril de 2018. O jogo em causa ficou marcado pelo "arremesso de algumas tochas" para o relvado, quando o Benfica, que ganhou por 2-1, marcou os golos.

Na altura, o Benfica inicialmente recorreu para Conselho Disciplinar, que viria a manter o castigo, e, depois, para o TAD, alegando que não era "promotor do espetáculo desportivo", por estar a jogar como visitante.