Internacional

Político iraniano oferece três milhões de dólares "a quem matar Trump"

"Se tivéssemos armas nucleares, estaríamos protegidos de ameaças... Deveríamos colocar na nossa agenda a produção de mísseis de longo alcance capazes de albergar ogivas. É o nosso direito natural", disse.

Um político iraniano anunciou, esta terça-feira, uma recompensa de três milhões de dólares – 2,7 milhões de euros – a quem matar o presidente norte-americano, Donald Trump, em declarações à agência ISNA e citado pelo New York Times.

Ahmad Hamzeh é um político da região de Kerman, a província de onde era natural o general iraniano Qassem Soleimani, que foi morto num ataque ordenado por Trump, no dia 3 de janeiro. 

"Em nome do povo da província de Kerman, vamos pagar uma recompensa de três milhões de dólares em dinheiro a quem matar Trump", declarou o político. 

"Se tivéssemos armas nucleares, estaríamos protegidos de ameaças... Deveríamos colocar na nossa agenda a produção de mísseis de longo alcance capazes de albergar ogivas. É o nosso direito natural", disse ainda.