Internacional

Destituição de Trump: começa julgamento no Senado

O líder maioritário do Senado, o republicano Mitch McConnell, submeteu uma resolução que prevê que não sejam admitidas provas contra o Presidente.

Confronto
Dado o pontapé de saída para o julgamento no Senado esta terça-feira, cabe agora aos senadores acordarem quais os procedimentos que irão reger o julgamento para o impeachment de Donald Trump. Como seria de esperar, democratas e republicanos entraram em confronto. 

Julgamento sem provas
O líder maioritário do Senado, o republicano Mitch McConnell, submeteu uma resolução que prevê que não sejam admitidas provas contra o Presidente – algo que suscitou duras críticas dos democratas.“Uma desgraça nacional”, disse o líder democrata do Senado, Chuck Schumer.

Período temporal 
Na resolução de McConnell também se previa que fossem dados dois dias para a apresentação dos argumentos de um lado e doutro, um intervalo muito inferior àquele que foi dado durante o julgamento de Bill Clinton. McConnell acabou por emendar a resolução, alargando o período para três dias.