Cultura

Baterista dos Aerosmith vai processar a banda por se sentir “excluído”

Tendo sido forçado a abandonar a formação que integra desde a criação do grupo, em 1970, Kramer ficou incrédulo pela forma como foi tratado depois de ter recuperado de algumas lesões. 

Joey Kramer, baterista que está com os Aerosmith há 50 anos, diz que recentemente se viu obrigado a prestar provas numa audição para poder regressar à banda.

Tendo sido forçado a abandonar a formação que integra desde a criação do grupo, em 1970, Kramer ficou incrédulo pela forma como foi tratado depois de ter recuperado de algumas lesões.

Esperando voltar a tocar com a banda, foi-lhe pedido que fizesse uma audição para provar que conseguiria “tocar a um nível apropriado”. A banda ter-lhe-á dito que lhe faltava “energia”, levando Kramer a processar os Aerosmith de forma a evitar “danos irreparáveis”.