Sociedade

Mulher agride médica em Hospital de Águeda

A agressora, de 45 anos, deu um murro à médica, depois de esta ter feito questões durante a consulta que a desagradaram.

Uma médica de 33 anos foi agredida, esta quinta-feira, na Urgência do Hospital de Águeda, por uma mulher que acompanhava o filho menor numa consulta. A agressora, de 45 anos, deu um murro à médica, depois de esta ter feito questões durante a consulta que a desagradaram, avançou o Jornal de Notícias.

A situação ocorreu por volta das 23h00. Quando a mãe do rapaz começou a elevar o tom de voz e mostrar-se mais agressiva para com a médica, esta decidiu abandonar a sala e foi nesse momento que foi agredida. Ao defender-se, a vítima foi atingida na mão e acabou por fraturar um osso da mão. 

A GNR foi chamada ao local e identificaram a agressora. 

Recorde-se que as agressões a médicos e enfermeiros têm vindo a aumentar nos últimos meses, o que gerou revolta por parte dos especialistas, que exigem uma ação por parte do Governo.